Rota do Vinho: Entre o Douro e o Minho, a região dos Vinhos Verdes Alvarinho

Olá viajante!

Essa semana conheceremos a região dos vinhos verdes, no noroeste de Portugal, um jeito saboroso de fugir do eixo Lisboa-Coimbra-Porto, com muitas paisagens e sensações a serem exploradas. Situa-se entre os rios Douro, ao sul, e Minho, ao norte (na fronteira com a Espanha), em uma zona de colinas, montanhas e vales nos quais é possível avistar uma vasta área de vinhas, ricos patrimônios arquitetônicos, culinária excepcional e dotada de climas muito peculiares com verões frescos e invernos amenos.

rota_vverdes

A sub-região de Monção e Melgaço, junto ao rio Minho é berço da célebre casta Alvarinho, a mais prezada casta de vinho verde. Por essa razão o vinho Alvarinho tem rota própria. Quem escolher por esse itinerário, ganhará uma visita cheia de experiências marcantes e diferenciadas, especialmente se você pretende passar uns dias enriquecedores em comunhão com a natureza e as delícias dos sabores que esta região oferece.

Porch_Wines

Nesta rota, é praticamente impossível fugir ao vinho. Há diversas opções de visitas a adegas, provas comentadas e vindimas, além da gastronomia singular que unisse perfeitamente ao néctar, hotéis em cenários idílicos e até experiências radicais. Listamos alguns locais que ajudarão você a conhecer e a usufruir de uma representativa área da Região Demarcada dos Vinhos Verdes, porém, uma boa dica é perguntar no decorrer deste destino sobre outros locais para conhecer. Há quintas e adegas na rota que apesar de não serem tão citadas, ocupam um patamar de qualidade elevadíssimo.

uvas-vindimas-vinhos-verdes-1422x800

Quinta de Soalheiro

Um amplo e contemporâneo edifício domina a paisagem sobre o vale, esta quinta tem uma varanda de degustação de onde você pode deliciar-se com o vinho e ter a oportunidade de avistar a Espanha.

soalheiro-2015

Está é primeira marca de Alvarinho em Melgaço, um dos vinhos apreciados em todo o mundo, a quinta está no mercado desde os anos 80 e hoje em dia conta com uma adega equipada com as mais recentes tecnologias, salas de prova, loja e um enorme terraço sobre a paisagem.  Visitar a Quinta do Soalheiro é transitar entre o passado e o futuro, entre a história e a inovação.

Quintas de Melgaço

quintas-de-melga-o-adega-1_orig
Nesta quinta, todo o processo de transformação e armazenamento, de vinificação e engarrafamento do Alvarinho pode ser acompanhado durante uma visita à adega. As visita e prova, que inclui um ou dois vinhos, são gratuitas e para grupos, pode incluir mais vinhos e enchidos regionais, tem preços sob consulta.

O acesso é gratuito mas obriga a marcação prévia por telefone ou e-mail.

Reguengo de Melgaço

reguendo melgaço

A propriedade produzia de tudo um pouco, mas recentemente, desde 2001, o vinho ganhou espaço e ocupa sete hectares de vinha debruçada sobre o rio Minho e desde então foi diversas vezes premiado. A visita a Reguengo de Melgaço, gratuita, sob marcação, passa pela vinha, lagar, sala de provas e casa e inclui uma prova de vinho.

Até a próxima!

Fontes:

boacamaboamesa
rotadoalvarinho.pt
soalheiro.com
vinhoverde.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s