Belém do Pará: 402 anos de história

Olá viajantes!

A nossa querida cidade já teve vários nomes, a princípio foi chamada de Feliz Lusitânia, posteriormente de Maria do Grão Pará bem como de Santa Maria de Belém do Grão Pará, assim até chegar a seu nome atual Belém. Sua fundação foi em 12 de janeiro de 1616, pelo então Capitão-Mor Francisco Caldeira Castelo Branco, que pelos calculo exatamente hoje ela está completando 402 anos de existência e nesse post vamos falar um pouco dela em sua homenagem, despertar sua curiosidade e quem sabe você também não queira conhecer essa cidade exótica. Pois como dizia o Riq Freire, Belém é a cidade mais incrível que o Brasil ainda não descobriu.

10931310_372454832924301_7132638098274553430_n

Como toda metrópole, Belém cresce apostando no futuro, sem perder as marcas do passado. De um lado edifícios modernos, de arquitetura arrojada. De outro a Cidade Velha, com seus casarios seculares e igrejas imponentes, sem falar de sua autentica gastronomia que surpreende até os paladares mais sofisticados como dos Chefs Alex Atala, o espanhol Andoni Aduriz (do Mugaritz) e tantos outros que estão sempre em busca de referências por aqui.

Uma cidade “Morena”, por sua característica herdada da miscigenação do povo português com os índios Tupinambás, nativos habitantes da região à época da fundação.

98148438

Os traços de Portugal estão por toda parte, principalmente, no bairro da Cidade Velha, onde o conjunto formado pelo Forte do Castelo, pelo antigo Hospital Militar, pela Igreja de Santo Alexandre e pelo Arcebispado tornou-se o Complexo Feliz Lusitânia após a revitalização.

lucas-estrela2

Belém é uma cidade alegre, em todos os cantos tem um violão, uma música legal, um carimbó, uma guitarrada, um “treme-terra”, botando todos para dançar e essa energia vem de um fruto que pode ser encontrado em cada esquina, um alimento essencial na mesa do paraense o famoso açaí, que pode ser consumido em suas diversas formas, mas o consumido em Belém é bastante diferente do que é vendido no resto do Brasil e no mundo: o vinho da fruta é apreciado pelos paraenses com farinha d’agua de mandioca e peixe frito, camarão ou carne seca, com ou sem açúcar.

pa16

Já viste que visitar Belém não é só um passeio pela história dos nossos irmãos portugueses, mas aguçar os paladares e gostos musicais, estar aqui e não se sentir envolvido com toda essa riqueza é quase impossível.

 

Um comentário sobre “Belém do Pará: 402 anos de história

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s