O prazer do Vinho do Porto

Olá viajantes!

Hoje vamos falar da bebida mais famosa das terras lusitanas: o vinho do porto. Preferido pelos portugueses, este é um vinho licoroso produzido na Região Demarcada do Douro e apesar de sobejamente conhecido como um vinho adocicado, pode apresentar variações que vão desde o muito doce até ao extra seco. É normalmente consumido na entrada para abrir o apetite ou com sobremesas.

wine1.jpg

Além de ser uma bebida histórica, o vinho do porto ainda é produzido artesanalmente até os dias de hoje pois algumas castas de uvas são antigas e com isso a colheita também permaneceu antiga e manual. Outro fato interessante é que alguns produtores ainda se utilizam da prensa humana, que é um grupo de pessoas que pisam as uvas para extrair o sumo. Já a sua doçura e delicadeza vem da aguardente que é adicionada no processo de fermentação enquanto o vinho ainda se apresenta doce, frutado e forte. Assim, ele fica com um sabor adocicado e um elevado teor alcoólico.

wine2.jpg

O vinho do porto é dividido em dois estilos que diferenciam sua idade, textura e linha de sabores, tendo dentro deles algumas subcategorias as quais os vinhos pertencem. O primeiro é o estilo Porto Ruby, que é um título dado aos vinhos mais jovens, geralmente com idades entre os três e os cinco anos. Suas subcategorias são: Ruby, Reserva, Late Bottled Vintage (LBV) e Vintage. O segundo estilo é o Porto Tawny, que é dado a vinhos que são menos encorpados e com cores mais suaves, quando comparados com o Ruby. Suas subcategorias são: Tawny, Tawny Reserva, Tawny com Indicação de Idade (10 anos, 20 anos, 30 anos e 40 anos) e Colheita.

wine3.jpg

Para a degustação, o Porto deve ser servido á uma temperatura entre 15 e 20 graus Celsius, com exceção do Branco e do Tawny que podem ser degustados um pouco mais gelados. É servido em pequenas quantidades em um copo que deve ser ligeiramente menor que o de vinho branco tradicional. Deve ser cheio até a metade para permitir uma melhor oxigenação e uma maior valorização do sabor e aroma. Conjuga bem com queijos, frutos secos ou chocolate negro.

Agora que você já conhece quase tudo sobre essa famosa bebida, que tal se aventurar degustando e conhecendo a fabricação bem de perto?

Arrume as malas e vem com a gente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s